5 ESTRATÉGIAS COMO PARAR DE REMOER SEUS PENSAMENTOS E ELIMINAR O HÁBITO DE FICAR PENSANDO DEMAIS SOBRE OS PROBLEMAS.


5 ESTRATÉGIAS COMO PARAR DE REMOER SEUS PENSAMENTOS E ELIMINAR HÁBITOS


O hábito de ficar pensando demais sobre os problemas é algo que todos já fizemos. Não conseguir parar de pensar sobre o fim um de relacionamento, algo que dissemos, aquilo que nos aconteceu no trabalho, pode prejudicar, dificultar o sono e causar ansiedade. Remoer um pensamento é algo que todos já fizemos em alguma ocasião. Você deita em sua cama disposta a dormir, mas logo já está olhando para o teto fixamente e lembrando dos acontecimentos do dia, fica pensando demais sobre tudo, ou “ruminando pensamentos”.

Ficamos presos em nossos pensamentos com frequência, devido à busca por perfeição, ou por uma maneira de controlar determinada situação, geralmente queremos prever tudo o que pode acontecer e controlar todas as possíveis consequências, por isso acabamos presos nesse processo de pensar demais. Ruminar sobre acontecimentos dolorosos ou embaraçosos do passado tendem a nos perturbar, fazendo com que revivamos essas situações repetidas vezes. Nem sempre é fácil admitir, mas muitas vezes, nós mesmos somos nossos piores inimigos, afastando as chances de sermos felizes.

Provavelmente já ficou horas e horas pensando sobre a mesma coisa e refletindo sobre os motivos de algo dar errado – ou certo, já deve ter perdido o sono viajando em possibilidades, ficando em um looping infinito de pensamentos prejudiciais, fazendo realmente enxergar algo dando errado e sentir que aquilo é real. Porém, quando foi dormir, não parou de pensar nas possibilidades e no dia seguinte, além de esgotada psicologicamente, não consegue distinguir com clareza um problema simples de algo realmente grande.



Pensar recorrentemente sobre um problema pode ser bom, desde que isso não afete o seu bem-estar. Podemos, por exemplo, pensar muito sobre como resolver um problema prático que surge em nosso cotidiano e isso leva a um êxito. Por outro lado, pensar enfaticamente em "como a vida está dando errado", por exemplo, pode levar a uma série de pensamentos inúteis, que podem ser extremamente prejudiciais, sendo inclusive, um fator de risco importante para a depressão. A ruminação pode ser vantajosa em alguns momentos e bastante prejudicial em outros. Para lidar com a ruminação é preciso pensar nas vantagens e desvantagens de ruminar, o quanto de fato ela está ajudando a resolver os problemas.

Para te ajudar a escapar desse ciclo infinito de pensar demais, trago 5 estratégias para lidar com o hábito da ruminação dos problemas. 

1º Identifique o pensamento gatilho. Um bom começo para lidar com a ruminação é notar o pensamento que desencadeia a ruminação e deixá-lo ir embora, lembre-se que pensamentos vêm e vão. Muitas vezes pensamos coisas que incomodam. No entanto, isso torna-se pior quando ficamos presos a este pensamento, transformando-o em uma corrente de ideias nada úteis. Ao perceber que está pensando demais, tente aceitar que algumas coisas não podem ser controladas e que você as resolverá, caso aconteçam.

Pense positivo. Se você pensa demais, preste atenção aos seus pensamentos. Perceberá que grande parte deles expressam medos e críticas. Que tal mudar o foco, e tentar enxergar as coisas sob um ângulo mais positivo e gentil consigo mesma? Pare de remoer o passado, supere erros, aprenda com os arrependimentos e se livre de pensamentos que te deixaram tristes. Só assim conseguirá fazer as pazes consigo mesma e vislumbrar um futuro feliz.

3º Identifique o problema. Problema identificado, estabeleça um limite para a quantidade de tempo que você irá precisar para resolvê-lo, não fique dando voltas no problema e reclamando, o que não leva a nada. Identifique se pode ter algum controle sobre a situação que está ruminando. Se está pensando sobre algo que não pode controlar, lembre-se que isso está além do seu controle, que é preciso priorizar o que pode mudar.

4º Encarar os problemas com mais leveza. Às vezes, tem que deixar a mente descansar um pouco. Quando ficamos muito preocupados com nossos problemas, podemos esquecer que estamos cercados de coisas boas. Tentar encarar com mais leveza o dia a dia e resolver os problemas apenas como forem possíveis, é um caminho para uma vida menos estressada, diminui os sentimentos de aflição, angústia, tristeza e ansiedade.

Confie em si mesmo. Acredite nas suas próprias virtudes e competências, dificilmente conseguirá se livrar do sentimento de incapacidade e frustração diante da vida. Uma vez que compreende a importância que tem no mundo e para as pessoas ao seu redor, perceberá que não precisa ter medo dos erros e críticas. Fuja de pessoas que só reclamam para não se contaminar com a negatividade, e busque relações mais saudáveis ao lado de quem sabe aproveitar as pequenas coisas da vida, com alegria, ânimo e gratidão.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA - CARTAS A UM JOVEM TERAPEUTA

❤️ COMO LIDAR COM A DEPRESSÃO?

A BUSCA PELA QUALIDADE DE VIDA E BEM-ESTAR EM 7 PASSOS.