INTELIGÊNCIA EMOCIONAL PARA SUPERAR AS CRISES DO DESEQUILÍBRIO

 INTELIGÊNCIA EMOCIONAL 

INTELIGÊNCIA EMOCIONAL PARA SUPERAR AS CRISES DO DESEQUILÍBRIO.

Aprender a lidar com as emoções é o caminho para superar as crises do desequilíbrio emocional. A inteligência emocional é a capacidade de sentir, entender, controlar e modificar seu estado emocional. Quando as emoções negativas como por exemplo: raiva, medo, insegurança e tristeza aparecem, é preciso dominá-las e não permitir que elas te controlem. Saber administrar as emoções é fundamental para levar uma vida equilibrada e harmoniosa, melhorando não só a sua qualidade de vida, mas também contagiando aqueles ao seu redor, criando um ambiente positivo a sua volta.

Saber como agir em momentos de dificuldade e melhorar os relacionamentos interpessoais, depende de como os pensamentos, sentimentos e atitudes são gerenciados. Essa é uma habilidade que pode ser desenvolvida ao longo da vida, mas para que a inteligência emocional seja desenvolvida, é preciso entender quem é, saber identificar suas emoções e agir em consequência disso para resolver problemas de modo eficaz e tomar decisões melhores. Com o autoconhecimento, aprendemos a identificar nossas capacidades e também nossas limitações.

O equilíbrio emocional é uma competência comportamental que permite o autocontrole sobre as emoções, a fim de obter reações mais centradas, racionais e tranquilas, mesmo diante de situações extremas. Pessoas equilibradas emocionalmente conseguem alterar padrões comportamentais que possam ser capazes de prejudicar, como as reações impulsivas após receber uma crítica. Dependendo de como a crítica nos afeta, nossa tendência é responder no mesmo tom ou adotar uma postura agressiva, atacando uma característica da outra pessoa para nos defender.



Essa dinâmica costuma ser desencadeada de modo automático, quando não tomamos consciência sobre nossas emoções, deixando que elas assumam o comando da mente em momentos estressantes. Porém, é possível quebrar esse e outros padrões ao incluir, por exemplo, um instante de reflexão antes de respondermos ou tomarmos qualquer atitude precipitada. O desequilíbrio emocional ocorre quando deixamos o comando das ações, liberando sentimentos automaticamente.

Para desenvolver a inteligência emocional, é preciso tomar consciência de si e vigiar-se para lidar com as adversidades da melhor maneira possível. 

5 dicas práticas para desenvolver o autocontrole.

1. Observe e analise seu próprio comportamento. Esteja atenta para a sua própria reação diante de algumas situações, observe quais são as reações da mente e do corpo, das sensações e dos pensamentos que foram estimulados e provocados. A análise deve ocorrer após a chegada dos sentimentos para tentar descobrir o que desencadeou tais reações físicas e mentais. As emoções são desencadeadas por estímulos internos e externos que nem sempre fazem sentido. Reconhecer as suas emoções, ser capaz de lidar com elas, dominar os impulsos e as emoções para ter a calma e a razão, em vez de simplesmente deixar o instinto te dominar.

2. Domine suas emoções. A impulsividade não é uma boa aliada, procure dominar seus impulsos e emoções antes de tomar decisões ou de dizer alguma coisa. Tente manter a calma e a razão antes de tudo. Manter o autocontrole é uma virtude que garante o controle das ações. Dominar suas emoções é uma habilidade importante, capaz de melhorar a sua qualidade de vida, traz harmonia para a convivência social, promove o equilíbrio emocional e o bem-estar e, assim te ajuda a alcançar objetivos pessoais e profissionais.

3. Aprenda a trabalhar as emoções negativas. Reconhecer as próprias emoções é parte fundamental para desenvolver o autocontrole. Quando você sentir emoções negativas como: raiva, medo, insegurança, tristeza é preciso dominá-las e não permitir que elas te controlem. Entenda que coisas ruins podem acontecer, o importante é como lidar com as emoções negativas. É preciso apostar no autoconhecimento. O autoconhecimento é a chave para superar as crises do desequilíbrio, e também possibilita que viva o seu propósito com mais tranquilidade.

4. Mantenha sua autoconfiança. Não permita que seu estado de desequilíbrio emocional abale sua autoconfiança e a sua autoestima. Ninguém tem culpa de seu estado emocional desequilibrado, portanto controle suas emoções. Cuidado com palavras ditas por impulso, domine a raiva, a tristeza ou qualquer reação que te faça agredir injustamente as pessoas próximas. A melhor atitude diante de uma condição emocional em desequilíbrio é se afastar até que esteja mais calma e equilibrada. No momento de tensão você precisa estar no controle das suas emoções.

5. Aprenda a lidar com a pressão. São várias as questões para lidar no dia a dia, a pressão pode ser externa, vinda de chefes ou pessoas a quem devemos prestar contas, ou interna, pois nós mesmos acabamos por nos cobrar resultados. Comece a priorizar o que é mais importante. Dominar as emoções requer muita maturidade para entender que nem tudo sairá conforme o planejado. Saber lidar com situações adversas, contornando-as e se adaptando aos novos cenários é fundamental para ter sucesso em qualquer área da vida. Tenha em mente que frustrações e contrariedades podem acontecer a qualquer pessoa, mas a forma como lida com esses fatos determina se tem ou não domínio das suas emoções.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

RESENHA - CARTAS A UM JOVEM TERAPEUTA

❤️✅ JOGUE FORA O LIXO EMOCIONAL !

A BUSCA PELA QUALIDADE DE VIDA E BEM-ESTAR EM 7 PASSOS.